domingo, 21 de abril de 2019

ALMA ACREANA: A INAUGURAÇÃO DO GRUPO ESCOLAR “JOÃO RIBEIRO”

2º. prédio construído para abrigar a atual escola de Ensino Médio João Ribeiro, construído no governo de José Guiomard dos Santos (1946-1948). Foto: Território Federal do Acre (1946-1948), álbum de fotos editado pelo governo de Guiomard Santos, sem data.
Tivemos, no dia 3 do fluente, uma festa fundamentalmente simpática. A exma. Sra. D. Ernestina Cardoso, competente diretora do Grupo Escolar “João Ribeiro”, escolheu aquele dia, que registra uma das efemérides de ouro de nossa história, pois relembra o descobrimento do Brasil, para inaugurar o instituto de ensino confiado à sua feliz orientação. 

Às 9 horas, iniciou-se a cerimônia com o hino acreano cantado pelos educandos, sendo após aberta a sessão cívica pelo sr. dr. Raimundo Vidal Pessoa, Chefe do Executivo Municipal e Presidente da Junta de Inspeção e propaganda da instrução neste Município, o qual dissertou sobre a relevância do ato do sr. Governador do Território criando, aqui, o estabelecimento escolar, a que nos referimos, e salientou o mérito da professora d. Ernestina Cardoso bem como o de suas dignas auxiliares – d. d. Maria Amelia de Alencar, Odilia Rodrigues de Albuquerque e Esther de Souza Valle.

Em seguida, d. Ernestina Cardoso tomou a palavra e declarou inaugurado o Grupo Escolar “João Ribeiro” e expondo em palavras concisas a sua melhor intenção de bem servir a causa do ensino, procurando bem desempenhar as funções inerentes ao seu cargo, prometendo mandar publicar pela imprensa o programa que vai ser adotado ao Grupo e terminou agradecendo a comparecência de todos.

Finda a oração, começou a ser executada o programa festival, cujos números muito agradaram a seleta assistência, não só pela escolha das peças como pelaverve com que se exibiram os declamadores.

Da inauguração, o sr. dr. João Galvão de Oliveira, Delegado Auxiliar e membro da Junta de inspeção escolar, lavrou uma ata, cujo documento levou a assinatura de todas as autoridades, cavalheiros, senhoras e senhoritas presentes ao ato, aos quais, encerrada a sessão, serviram-se doces e vinhos de prima qualidade.

O salão das escolas estava singelamente ornamentado, e, sobre as mesas das professoras, flores naturais, em jarras e dispersas a impregnarem o ambiente de aprazível perfume.

Grupo Escolar João Ribeiro, construído na gestão de José Guiomard dos Santos (1946-1948), outros, nesse mesmo modelo, foram construídos em Rio Branco, Xapuri e Cruzeiro do Sul. Foto: Arquivo dos Municípios Brasileiros (Biblioteca do IBGE). 

Atualmente, o João Ribeiro é uma escola de Ensino Médio, e funciona nos três turnos.

A diretora distribuiu o serviço escolar da seguinte maneira:

1º. ano – D. Maria Amelia de Alencar; 
2º. ano, d. Odilia Rodrigues de Albuquerque; 
3º. ano, d. Esther de Souza Valle; 
4º. ano, d. Ernestina Cardoso, obedecendo as escolas singulares o seguinte horário:

Entrada: – Hino ao Trabalho

Segunda-feira: - das 8 às 9 horas, 1 e 2 ano: leitura e caligrafia; das 9 às 9,50 1 e 2 ano: Aritmética; das 9,50 às 10,20, hinos patrióticos e exercícios físicos; das 10,20 às 11,10 3 e 4 anos: Leitura e Língua Pátria: das 11,10 às 12 horas 3 e 4 anos: Geografia.

Terça-feira: das 8,10 às 9 horas, 1 e 2 ano: leitura e caligrafia; das 9 às 10,50, 1 e 2 anos: aritmética; das 9,50 às 10,20: hinos patrióticos e exercícios físicos; das 10,20 às 11,10, 3º. e 4º. ano: história do Brasil.

Quarta-feira, das 8 às 9, 1º. e 2º. Ano: leitura e língua pátria; das 9 às 9,50, 2º ano: geografia; das 9,50 às 10,20, hinos patrióticos e exercícios físicos; das 10,20 às 11,10 3º. e 4º. ano: geografia; das 11,10 às 12, 3º. e 4.º ano: leitura e língua pátria.

Sexta-feira, das 8 às 9, 1º. e 2º. ano: leitura e caligrafia; das 9 às 9,50, 1 e 2 anos: aritmética; das 9,50 às 10,20, hinos patrióticos e exercícios físicos; das 10,20 às 11,10 3 e 4 anos: leitura e língua pátria; das 11,10 às 12, 3 e 4 ano: aritmética.

Sábado, das 8 à 9, 1 e 2 ano: leitura e caligrafia; das 9 às 9,50, 1 e 2 ano: trabalhos manuais e instrução moral e cívica; das 9,50 às 10,20, hinos patrióticos e exercícios físicos; das 10,20 às 11,10, 2, 3 e 4 anos: lições da natureza e higiene; das 11,10 às 12, 3 e 4 ano: desenho elementar.

NOTA: Durante a lição determinada para cada ano, os outros alunos ficarão ocupados em exercícios de escrita, cópia, redação, contabilidade, desenho e trabalhos manuais que o professor previamente distribuirá em cada dia. Os alunos do 1º. e 2 ano serão dispensados depois dos exercícios físicos todos os dias, exceto, aos sábados, os do 2º. ano.

À d. Ernestina Cardoso, belo espírito feminino, damos os nossos parabéns pela festa que nos proporcionou com o valioso concurso de suas distintas auxiliares, e os nossos sinceros votos para que a harmonia de seus esforços resulte aos seus discípulos o maior bem, fruto de uma inteligência iluminada.

No prédio, em que outrora residiam os prefeitos, funcionam o Grupo Escolar “João Ribeiro” e a Intendência e Conselho Municipal. O edifício acomoda as repartições acima citadas e quanto à parte reservada às escolas achamos sobremaneira a acanhada para comportar mais de uma centena de alunos. A higiene assim fica profundamente abalada e urge que a Junta inspetora represente sobre o caso ao sr. Governador do Acre.

No dia da abertura das aulas, matricularam-se no Grupo 128 alunos.

Jornal A REFORMA, Tarauacá-AC, 8 de maio de 1921, Ano IV, N. 153, p.1

por Isaac Melo
Blog  Alma Acreana

sábado, 20 de abril de 2019

ESCOLA JOÃO RIBEIRO CELEBRA 98 ANOS DE FUNDAÇÃO EM TARAUACÁ


Neste sábado, 20 de abril de 2019, a Escola Estadual João Ribeiro, completa 98 anos de sua fundação no município de Tarauacá. Um grande evento comemorativo está marcado para ser realizado no próximo sábado, dia 27, com uma vasta programação cultural e a participação de estudantes, professores e servidores administrativos da escola. 


A data marca também um mês do início das aulas do ano letivo de 2019. 

Com uma clientela de mais de 1000 alunos, a equipe gestora já promoveu reunião com professores, servidores administrativos, pais, formação para equipe gestora e professores, recebeu a visita do Secretário de Educação que viu de perto as demandas da escola, palestras com profissionais de saúde para os estudantes e definiu seu quadro de professores. A informação é da Gestora Professora Ilka Frota, que com sua equipe trabalha em ritmo acelerado para a realização da festa. 

"Somos a primeira escola de Tarauacá e temos razões de sobra para comemorarmos. Estamos no início do nosso segundo ano oferecendo ensino médio regular. Acabamos de fechar nosso quadro de professores, temos uma equipe gestora unida, competente e temos a responsabilidade de trabalhamos a formação de mais de mil jovens", disse a diretora. 

ESCOLA JOÃO RIBEIRO - A Escola Estadual João Ribeiro foi a primeira escola criada no Município de Tarauacá. Fundada em 20 de Abril de 1921, no Governo de Dr. Epaminondas Jácome, 1º Governo do Território do Acre, Recebeu o nome de Grupo Escolar João Ribeiro, situada à Rua Generalíssimo Deodoro, ministrando e ensino de 1ª à 4ª série. Sendo sua 1ª diretora a professora Ernestina de França Cardoso. Em de 1952, passou a funcionar na Avenida Antônio Frota, nº120, local onde se encontra até hoje. A partir do Decreto Governamental de novembro de 2003, a Escola João Ribeiro passou a ser denominada Escola de Ensino Fundamental e Médio João Ribeiro, por a Escola oferecer o Ensino Médio na modalidade de E.J.A.

Em 1978, com a implantação da Lei 5.692/71, a escola passou a chamar-se, Escola de 1º Grau João Ribeiro, dando continuidades as suas funções e ministrando o ensino de 1º grau completo com a implantação da nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDB 9394/96, de 20/12/1996, passou a funcionar com a nova nomenclatura, sendo denominada de Escola de Ensino Fundamental “João Ribeiro”. 

A Escola Estadual de Ensino Médio João Ribeiro atende hoje a uma clientela de 1000 alunos, do ensino médio regular e EJA, em três turnos.

Atualmente sua equipe gestora é composta pela Gestora Professora Raimunda Ilca Frota de Azevedo, Coordenadores Aldomir Albano Ponciano, Cátia Regina de Albuquerque, Nedina Luiza Yawanawá, Alexssandro Gomes Quinelato e Secretária Maria Débora de Oliveira Moura. 

Quem foi João Ribeiro?


João Ribeiro, Sergipano de Laranjeiras, empresta seu nome ao Grupo Escolar que foi criado em 20/04/1921, sendo dirigido pela professora Ernestina de França Cardoso. Muitos não conhecem a biografia desse homem que foi um grande intelectual da época. Segundo ocupante da Cadeira 31, eleito em 8 de agosto de 1898, na sucessão de Luís Guimarães Júnior e recebido pelo Acadêmico José Veríssimo em 30 de novembro de 1898. 

João Ribeiro (J. Batista R. de Andrade Fernandes), jornalista, crítico, filólogo, historiador, pintor, tradutor, nasceu em Laranjeiras, SE, em 24 de junho de 1860, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 13 de abril de 1934.

Era o segundo filho de Manuel Joaquim Fernandes e de Guilhermina Ribeiro Fernandes. Órfão de pai muito cedo, foi residir em casa do avô, Joaquim José Ribeiro, que era um espírito liberal, admirador de Alexandre Herculano. No inquérito do Momento Literário, de João do Rio, declarou João Ribeiro atribuir a maior importância, para a formação do seu espírito a essa fase de sua vida, quando as excelentes coleções de livros do avô caíram-lhe nas mãos. Além de dedicar-se à leitura, iniciou-se na pintura e na música. Depois de ter concluído na cidade natal os primeiros estudos, transferiu-se para o Ateneu de Sergipe, em Aracaju, onde sempre se destacou como o primeiro da classe. Foi para a Bahia e matriculou-se no primeiro ano da Faculdade de Medicina de Salvador. Constatando a falta de vocação abandonou o curso e embarcou para o Rio de Janeiro, para matricular-se na Escola Politécnica. Simultaneamente continuava a estudar arquitetura, pintura e música, os vários ramos da literatura e sobretudo filologia.

Desde 1881, dedicou-se ao jornalismo e fez-se amigo dos grandes jornalistas do momento, Quintino Bocaiúva, José do Patrocínio e Alcindo Guanabara. Ao chegar ao Rio, trazia os originais de uma coletânea de poesias, os Idílios modernos. Seu amigo e conterrâneo Sílvio Romero leu esses versos e publicou sobre eles um alentado artigo na Revista Brasileira (tomo IX, 1881). Mesmo assim João Ribeiro decidiu não publicá-los. Trabalhou, a princípio, no jornal Época (1887-1888), multiplicando-se por várias seções, sob diversos pseudônimos: Xico-Late, Y., N., Nereu. Em 1888-89 estava no Correio do Povo, com o seu "Através da Semana", onde assinava com as suas iniciais e também com o pseudônimo "Rhizophoro".

Apaixonado pelos assuntos da filologia e da história, João Ribeiro desde cedo dedicou-se ao magistério. Professor de colégios particulares desde 1881, em 1887 submeteu-se a concurso no Colégio Pedro II, para a cadeira de Português, para a qual escreveu a tese "Morfologia e colocação dos pronomes." Contudo só foi nomeado três anos depois, para a cadeira de História Universal. Foi também professor da Escola Dramática do Distrito Federal, cargo em que ainda estava em exercício quando faleceu. A sua atividade intelectual irá se desdobrar com a do autor de vasta obra nas áreas da filologia, da história e do ensaio. Escrevia então para A Semana, de Valentim de Magalhães, ao lado de Machado de Assis, Lúcio de Mendonça e Rodrigo Octavio, entre outros. Ali publicou os artigos que irão constituir os seus Estudos filológicos (1902).

A partir de 1895 fez inúmeras viagens à Europa, ora por motivos particulares, ora em missões oficiais. Representou o Brasil no Congresso de Propriedade Literária, reunido em Dresden, bem como na Sociedade de Geografia de Londres. Mantinha-se em contato com seus leitores brasileiros através de colaborações no Jornal do Comercio, no Dia e no Comércio de São Paulo. A última fase de atividade na imprensa foi no Jornal do Brasil, desde 1925 até a morte. Ali escreveu crônicas, ensaios e crítica.

Em 1897, ao criar-se a Academia, estava ausente do Brasil e por isso não foi incluído no quadro dos fundadores. Em 1898, de volta, ocorreu o falecimento de Luís Guimarães Júnior. A Academia o escolheu para essa primeira vaga. Foi eleito no dia 8 de agosto de 1898 (por 17 votos), tendo tido como concorrente José Vicente de Azevedo Sobrinho (nenhum voto), que mais tarde foi diretor de Secretaria da Academia. Houve naquela primeira eleição três votos em branco. Foi recebido em 30 de novembro daquele mesmo ano, por José Veríssimo. Na Academia, fez parte de numerosas comissões, entre as quais a Comissão do Dicionário e a Comissão de Gramática. Foi um dos principais promotores da reforma ortográfica de 1907. Seu nome foi apresentado diversas vezes como o de um possível presidente da instituição, mas ele declinou sistematicamente de aceitar tal investidura. Em 22 de dezembro de 1927, porém, a Academia o elegeu presidente. João Ribeiro apresentou, imediatamente, sua renúncia ao cargo.

Possuidor de larga cultura humanística, versado nos clássicos de todas as literaturas, dotado de aguda sensibilidade estética. O livro Páginas de estética, publicado em 1905, encerra o seu ideário crítico. Seu sentido estético o fazia inclinado a valorizar os aspectos técnicos, estruturais e formais da obra literária, embora fosse um crítico impressionista, com tendência à tolerância e estímulo aos autores, sobretudo os novos. Biografia encontrada no blog Tarauacanotícias de Reginaldo Palazzo.

domingo, 7 de abril de 2019

ESCOLA JOÃO RIBEIRO PROMOVE ENCONTRO COM PROFESSORES PARA PLANEJAMENTO DE AÇÕES DO ENSINO MÉDIO


A Equipe Gestora da Escola de Ensino Médio João Ribeiro no Município de Tarauacá reuniu seu quadro de professores e promoveu um grande debate relacionado ao trabalho no ano letivo de 2019. O chamado "Panejamento Horizontal" aconteceu no último sábado, 6 de abril e tratou de questões administrativas e pedagógicas.



A programação iniciou com um delicioso café da manhã, depois as boas vindas, apresentação cultural musical com coral da escola, informes e recomendações administrativas e pedagógicas, debates, dinâmicas motivacionais, oficinas, debates, e no encerramento, foi servido almoço.


A diretora Ilca Frota e os coordenadores Aldomir Albano, Kátia Albuquerque, Kátia Aguiar, Nedina Yawanawá e Aléx Quinelato, comandaram os trabalhos durante o encontro. Ilca avalia como muito positivo o debate com os professores. "O Ensino Médio passa por mudanças e é sempre necessário debatermos para que possamos estar atualizados. Tratamos com professores do ensino médio regular e também de EJA, sobre questões internas, desde funcionamento da nossa escola até as mudanças que estão em curso no ensino médio", destacou a diretora.



















sábado, 23 de março de 2019

ENSINO MÉDIO REGULAR NA ESCOLA JOÃO RIBEIRO TEM PRIMEIRA SEMANA DE AULA CONCLUÍDA COM SUCESSO


O ano letivo 2019 na Escola de Ensino Médio João Ribeiro iniciou no último dia 18 de março, com a presença da equipe gestora sob o comando da Professora Ilca Frota, professores e demais servidores promovendo a ACOLHIDA aos estudantes. 



Ao chegarem na escola foram recebidos pela equipe com oferecimento de flores, doces e mensagens de motivação. 


Dias antes, a equipe gestora participou de um encontro promovido pela secretaria de educação, com objetivo de receber orientações sob as novas condições e estruturas para o inicio dos trabalhos na escola.


Houve também um encontro com professores e servidores do quadro administrativo, onde a equipe gestora repassou todas as informações referentes ao ano letivo. A diretora informou que o quadro de professores ainda estaria incompleto devido aos processos seletivos que ainda estariam sendo realizados para que houvessem as lotações;  


Nesta sexta feira, 22.03, foi a vez da equipe gestora reunir pais e responsáveis dos estudantes da escola, apresentação da equipe gestora, quadro de professores, mudanças na carga horária, tempo em sala de aula, legislação sobre uso do celular, cigarros, acréscimo das CICs na grade curricular, fardamento, contrato didático, regimento interno, parcerias e a importância do acompanhamento dos pais na vida escolar dos filhos e outros informes sobre o ano letivo. 



Os pais e todos os presentes no encontro foram homenageados com uma maravilhosa apresentação musical do coral do João Ribeiro.

A diretora Ilca avalia como positiva a primeira semana de aula. "Apesar das dificuldades ppor causa da falta de professores, conseguimos realizar uma semana de aula muito boa, com as boas vindas aos estudantes, recomendações sobre as regras da escola, pacto didático e os primeiros conteúdos programáticos", destacou a diretora.


















Informações Equipe Gestora

quinta-feira, 12 de abril de 2018

CONHEÇA A EQUIPE GESTORA DA ESCOLA JOÃO RIBEIRO


A equipe gestora tem a frente a Diretora Professora Ilca Frota Azevedo, conta ainda com a Coordenadora de Ensino, Cátia Regina, Coordenador Administrativo Aléx Quinelato, Coordenadora Pedagógica Nedina Yawanawá, e Secretária Geral Débora Moura.


Com 950 alunos, distribuídos em modalidades de Ensino Médio Regular, Técnico e EJA, a Histórica Escola Estadual João Ribeiro, primeira de Tarauacá, vai comemorar em 2018 seus 97 anos de fundação. 

Atualmente em seu quadro de pessoal, conta com 71 servidores lotados, sendo que 36 são professores e 35 compõem o quadro administrativo. 

Gestora - Raimunda Ilca Frota de Azevedo, 40 anos, Pedagoga com especialização em Planejamento e Gestão Escolar. 


Coordenadora de Ensino - Nedina Luiza Alves Yawanawá, 37 anos, licenciada em Letras/Português, com especialização em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica.


Secretária - Maria Débora de Oliveira Moura, 22 anos, Pedagoga, pós-graduada em Gestão e Organização Escolar.


Coordenadora Pedagógica - Cátia Regina de Albuquerque, 44 anos, licenciada em letras.

Coordenador Administrativo - Alexssandro Gomes Quinelato, 34 anos, atualmente cursando Geografia.